‘Superbácterias matarão uma pessoa a cada 3 segundos em 2050’

maio 27, 2016

Superbactérias irão matar uma pessoa a cada três segundos em 2050 se medidas não forem tomadas imediatamente, de acordo com o relatório encomendado pelo governo britânico e divulgado nesta quinta-feira.

O estudo, encomendado pelo governo britânico e liderado pelo economista Jim O’Neill, criador do termo Bric, sugere um plano que requer bilhões de dólares de investimento para impedir que a medicina “seja levada de volta à idade das trevas”. Também defende uma revolução na forma como os antibióticos são usados e uma grande campanha para educar as pessoas. O relatório foi recebido sem consenso – houve elogios, mas críticos disseram que ele é “insuficiente”. A luta contra infecções que são resistentes a antibióticos já foi descrita como “risco tão grande quanto o terrorismo” por autoridades britânicas. O problema é que não estão sendo desenvolvidos novos medicamentos – e os que existem estão sendo desperdiçados.

Clostridium difficile drug-resistant bacteriaResistência a antibióticos aumentou nos últimos an

maio 25, 2016

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) concedeu registro permitindo a Bahiafarma (fábrica de medicamentos do governo do estado) a produzir e comercializar o primeiro diagnóstico rápido do Zika vírus no Brasil. Esse é o primeiro teste diagnóstico feito sem a participação da Fiocruz, segundo a Secretaria de Saúde do Estado (Sesab). Por meio do perfil oficial no Facebook, o governado Rui Costa anunciou o feito. “É com orgulho que anúncio que o teste rápido da #‪‎Zika‬, desenvolvido em parceria entre a ‪‎Bahiafarma e a empresa sul-coreana Genbody Inc.‬, foi aprovado pela Anvisa e poderá ser utilizado no País inteiro para ajudar a enfrentar essa perigosa doença”, publicou. A Sesab destaca que a realização do teste rápido não apenas confirma o diagnóstico de possíveis pacientes, mas também colabora para o mapeamento de ocorrências da doença, facilitando ações de combate em locais específicos e auxilia nas pesquisas sobre a doença.

O desenvolvimento do teste rápido para Zika vírus teve início no primeiro semestre de 2015, quando começaram a ser detectados casos suspeitos da doença no sul da Bahia e na região de Feira de Santana, a 109 km de Salvador. Conforme a Sesab, a autorização será publicada no Diário Oficial da União da próxima segunda-feira, 30. No mesmo dia, Rui Costa e